Pesquisa Eleitoral em Belo Horizonte para Prefeito

De acordo com a última pesquisa Ibope divulgada dia 1º de outubro de 2016, encomendada pela TV Globo, João Leite está na liderança com 41% das intenções de voto, sem contar os votos em branco ou nulo, ainda com chances de ir ao segundo turno com Alexandre Kalil que obteve 29%.

Pesquisa Eleitoral para Prefeitura de Belo Horizonte

CandidatoIntenções de Voto (%)
João Leite (PSDB)41%
Alexandre Kalil (PHS)29%
Délio Malheiros (PSD)6%
Rodrigo Pacheco (PMDB)6%
Luis Tibé (PTdoB)4%
Reginaldo Lopes (PT)4%
Eros Biondini (PROS)3%
Marcelo Álvaro Antônio (PR)2%
Maria da Consolação (PSOL)2%
Sargento Rodrigues (PDT)2%
Vanessa Portugal (PSTU)1%

 

Ao excluir os votos em branco e os nulos, João Leite aparece em primeiro com 41% das intenções de voto, seguido por Alexandre Kalil que tem 29%. Délio Malheiros e Rodrigo Pacheco foram escolhidos por 6% cada, Luis Tibé e Reginaldo Lopes por 4% cada e Eros Biondini por 3%. Marcelo Álvaro Antônio, Maria da Consolação e Sargento Rodrigues foram citados por 2% cada e Vanessa Portugal por 1%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 28 de setembro e 1º de outubro de 2016 com 1.106 eleitores. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos com um nível de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no TRE-MG sob o protocolo nº MG-04173/2016 e foi divulgada no site g1.globo.com.

Datafolha - 01/10/2016

A mais recente pesquisa Datafolha divulgada dia 1º de outubro de 2016, encomendada TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”, mostra João Leite em primeiro com 39% das intenções de voto, excluindo os votos em branco ou nulo, mas ainda com a possibilidade de disputar um segundo turno com Alexandre Kalil que aparece em seguida com 23%.

CandidatoIntenções de Voto (%)
João Leite (PSDB)39%
Alexandre Kalil (PHS)23%
Rodrigo Pacheco (PMDB)8%
Reginaldo Lopes (PT)7%
Délio Malheiros (PSD)6%
Eros Biondini (PROS)4%
Luis Tibé (PTdoB)3%
Maria da Consolação (PSOL)3%
Sargento Rodrigues (PDT)3%
Marcelo Álvaro Antônio (PR)3%
Vanessa Portugal (PSTU)1%

 

Numa simulação com apenas os votos válidos, João Leite ficaria na frente com 39% das intenções de voto, enquanto Alexandre Kalil ficaria em segundo com 23%. Rodrigo Pacheco aparece na sequência com 8%, seguido por Reginaldo Lopes com 7%. Délio Malheiros foi escolhido por 6% e Eros Biondini por 4%, enquanto Luis Tibé, Maria da Consolação, Sargento Rodrigues e Marcelo Álvaro Antônio foram citados por 3% cada, e Vanessa Portugal por 1%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 30 de setembro e 1º de outubro de 2016 com 1.751 eleitores. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos com um nível de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no TRE-MG sob o protocolo nº MG-01686/2016 e foi divulgada no site g1.globo.com.

Ibope - 28/09/2016

Segundo a pesquisa Ibope encomendada pela TV Globo, divulgada dia 28 de setembro de 2016, João Leite continua na liderança com 35% das intenções de voto, ainda com chances de enfrentar Alexandre Kalil no segundo turno, que recebeu 24%.

CandidatoIntenções de Voto (%)
João Leite (PSDB)35%
Alexandre Kalil (PHS)24%
Eros Biondini (PROS)4%
Luis Tibé (PTdoB)4%
Reginaldo Lopes (PT)4%
Délio Malheiros (PSD)3%
Marcelo Álvaro Antônio (PR)2%
Maria da Consolação (PSOL)2%
Rodrigo Pacheco (PMDB)2%
Sargento Rodrigues (PDT)1%
Vanessa Portugal (PSTU)1%
Branco/nulo13%
Não sabe/não respondeu5%

Se as eleições fossem hoje, João Leite estaria em primeiro na disputa com 35% das intenções de voto, com a possibilidade de ir ao segundo turno com Alexandre Kalil que aparece com 24%. Eros Biondini, Luis Tibé e Reginaldo Lopes foram citados por 4% cada, Délio Malheiros recebeu 3%, Marcelo Álvaro Antônio, Maria da Consolação e Rodrigo Pacheco 2% cada, Sargento Rodrigues e Vanessa Portugal 1% cada. Os votos em branco ou nulo somaram 13% e os que não sabem ou não responderam 5%.

Taxa de rejeição

Os entrevistados também foram questionados sobre quais candidatos não votariam de jeito de nenhum. Nesse cenário, Alexandre Kalil foi o mais rejeitado com 28% das menções, João Leite aparece em segundo com 20%, seguido por Délio Malheiros com 19%. Reginaldo Lopes foi escolhido por 18%, Sargento Rodrigues e Vanessa Portugal por 17% cada, Maria da Consolação com 16%, Eros Biondini por 15%, Rodrigo Pacheco por 12% e Marcelo Álvaro Antônio por 11%. Os que disseram que poderiam votar em todos os candidatos somaram 6% e os indecisos 12%.

Segundo turno

O instituto também simulou um possível segundo turno entre os dois candidatos mais bem colocados, no qual João Leite seria eleito com 45% das intenções de voto, enquanto Alexandre Kalil ficaria em segundo com 32%. Os votos em branco ou nulo totalizaram 17% e os que não sabem 6%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 25 e 28 de setembro de 2016 com 1.001 eleitores. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos com um nível de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no TRE-MG sob o protocolo nº MG-08555/2016 e foi divulgada no site g1.globo.com.

Datafolha - 27/09/2016

De acordo com a pesquisa Datafolha divulgada dia 27 de setembro de 2016, encomendada pela TV Globo, João Leite segue na frente com 32% das intenções de voto, mas ainda pode ir ao segundo turno com Alexandre Kalil, que vem em seguida com 18%.

CandidatoIntenções de Voto (%)
João Leite (PSDB)32%
Alexandre Kalil (PHS)18%
Délio Malheiros (PSD)6%
Rodrigo Pacheco (PMDB)5%
Reginaldo Lopes (PT)4%
Luis Tibé (PTdoB)3%
Eros Biondini (PROS)3%
Maria da Consolação (PSOL)3%
Sargento Rodrigues (PDT)2%
Marcelo Álvaro Antônio (PR)2%
Vanessa Portugal (PSTU)1%
Branco/nulo15%
Não sabe/não respondeu7%

 

O candidato João Leite continua liderando a disputa com 32% da preferência dos entrevistados, seguido por Alexandre Kalil, que aparece com 18%. Délio Malheiros foi citado por 6%, Rodrigo Pacheco por 5% e Reginaldo Lopes por 4%, enquanto Luis Tibé, Eros Biondini e Maria da Consolação foram escolhidos por 3% cada. Sargento Rodrigues e Marcelo Álvaro Antônio receberam 2% das intenções de voto cada e Vanessa Portugal 1%. Os votos em branco ou nulo somaram 15% e os que não sabem ou não responderam 7%.

Taxa de rejeição

Também mediram o índice de rejeição dos candidatos, nesse caso, os entrevistados poderiam escolher mais de um candidato. Alexandre Kalil foi o mais rejeitado com 30% das menções, João Leite vem na sequência com 21%, seguido por Vanessa Portugal que obteve 20%. Reginaldo Lopes e Délio Malheiros foram citados por 18% cada, Sargento Rodrigues e Luis Tibé por 17% cada, Maria da Consolação e Eros Biondini por 15% cada, enquanto Marcelo Álvaro Antônio foi escolhido por 12% e Rodrigo Pacheco por 11%. Os que disseram que poderiam votar em todos os candidatos somaram 4%, os que não votariam em nenhum deles 6% e os que não sabem em quem votar 10%.

Segundo turno

Numa disputa direta entre os dois candidatos mais bem colocados, João Leite venceria com 49% das intenções de voto, contra os 30% alcançados por Alexandre Kalil. 17% optaram pelo voto em branco ou nulo e 4% não souberam responder.

A pesquisa foi realizada no dia 26 de setembro de 2016 com 1.022 eleitores. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos com um nível de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no TRE-MG sob o protocolo nº MG-05425/2016 e foi divulgada no site g1.globo.com.

Ibope - 26/09/2016

A pesquisa Ibope divulgada dia 26 de setembro de 2016, encomendada pela TV Globo, mostra João Leite em primeiro com 33% das intenções de voto, com grandes chances de enfrentar Alexandre Kalil no segundo turno, que aparece com 25%.

CandidatoIntenções de Voto (%)
João Leite (PSDB)33%
Alexandre Kalil (PHS)25%
Eros Biondini (PROS)4%
Reginaldo Lopes (PT)4%
Délio Malheiros (PSD)3%
Luis Tibé (PTdoB)3%
Rodrigo Pacheco (PMDB)3%
Maria da Consolação (PSOL)2%
Sargento Rodrigues (PDT)2%
Marcelo Álvaro Antônio (PR)1%
Vanessa Portugal (PSTU)1%
Branco/nulo13%
Não sabe/não respondeu6%

Ns disputa pela Prefeitura de Belo Horizonte, o candidato João Leite tem 33% da preferência dos entrevistados, Alexandre Kalil vem na sequência com 25%. Eros Biondini e Reginaldo Lopes foram escolhidos por 4% cada, enquanto Délio Malheiros, Luis Tibé e Rodrigo Pacheco foram citados por 3% cada. Maria da Consolação e Sargento Rodrigues receberam 2% cada, e Marcelo Álvaro Antônio e Vanessa Portugal 1% cada. Os votos em branco ou nulo totalizaram 13% e os que não sabem ou não responderam 6%.

Taxa de rejeição

Questionaram os entrevistados sobre quais candidatos não votariam de jeito nenhum. Alexandre Kalil foi o mais rejeitado com 31% das menções, seguido por Vanessa Portugal com 21%, Délio Malheiros e Luis Tibé foram citados por 20% cada, João Leite por 19%, Reginaldo Lopes por 18%, Sargento Rodrigues por 17%, Eros Biondini por 16% e Maria da Consolação por 15%, enquanto Marcelo Álvaro Antônio e Rodrigo Pacheco foram escolhidos por 11%. Os que afirmaram que poderiam votar em todos os candidatos totalizaram 7% e os que não sabem 9%.

Segundo turno

Se João Leite e Alexandre Kalil se enfrentasse em um segundo turno, o deputado estadual João Leite seria eleito com 47% das intenções de voto, enquanto Kalil ficaria em segundo com 32%. Os votos em branco ou nulo somaram 15% e os que não sabem 6%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 23 e 25 de setembro de 2016 com 1.001 eleitores. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos com um nível de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no TRE-MG sob o protocolo nº MG-02481/2016 e foi divulgada no site g1.globo.com.

Datafolha - 22/09/2016

Segundo a pesquisa Datafolha divulgada dia 22 de setembro de 2016, encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”, João Leite aparece na frente com 33% das intenções de voto, com a possibilidade de disputar um segundo turno com Alexandre Kalil que obteve 21%.

CandidatoIntenções de Voto (%)
João Leite (PSDB)33%
Alexandre Kalil (PHS)21%
Délio Malheiros (PSD)6%
Reginaldo Lopes (PT)4%
Rodrigo Pacheco (PMDB)3%
Eros Biondini (PROS)2%
Luis Tibé (PTdoB)2%
Sargento Rodrigues (PDT)2%
Marcelo Álvaro Antônio (PR)2%
Vanessa Portugal (PSTU)1%
Maria da Consolação (PSOL)1%
Branco/nulo14%
Não sabe/não respondeu8%

Em um cenário com todos os candidatos, João Leite continua em primeiro com 33% das intenções de voto, seguido por Alexandre Kalil que recebeu 21%. Délio Malheiros foi mencionado por 6% e Reginaldo Pacheco por 3%, enquanto Eros Biondini, Luiz Tibé, Sargento Rodrigues e Marcelo Álvaro Antônio estão empatados com 2% cada. Vanessa Portugal e Maria da Consolação foram escolhidas por 1% cada, os votos em branco ou nulo somaram 14% e os que não sabem ou não responderam 8%.

Taxa de rejeição

Os entrevistados também foram questionados sobre qual candidato não votariam de forma alguma, com a opção de citar mais de um candidato. Alexandre Kalil foi o mais rejeitado com 23% das menções, seguido por João Leite que obteve 19%. Vanessa Portugal aparece em seguida com 18% e Reginaldo Lopes foi citado por 17%, enquanto Sargento Rodrigues, Délio Malheiros e Luis Tibé foram escolhidos por 14% cada. Maria da Consolação e Eros Biondini foram mencionados por 13% cada, Marcelo Álvaro Antônio por 9% e Rodrigo Pacheco por 8%. Os que afirmaram que poderiam votar em todos os candidatos totalizaram 4%, os que não votariam em nenhum deles 8% e os que não sabem 4%.

Segundo turno

Caso João Leite e Alexandre Kalil disputassem um segundo turno, João Leite venceria com 48% das intenções de voto, enquanto Alexandre Kalil ficaria em segundo com 31%. Os votos em branco ou nulo totalizaram 16% e os que não souberam responder 5%.

A pesquisa foi realizada no dia 21 de setembro de 2016 com 864 eleitores. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos com um nível de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no TRE-MG sob o protocolo nº MG-03427/2016 e foi divulgada no site g1.globo.com.

Ibope - 14/09/2016

De acordo com a pesquisa Ibope, divulgada dia 14 de setembro de 2016, encomendada pela TV Globo, João Leite está em primeiro com 33% das intenções de voto, ainda com chances de enfrentar um segundo turno com Alexandre Kalil que tem 22%.

CandidatoIntenções de Voto (%)
João Leite (PSDB)33%
Alexandre Kalil (PHS)22%
Luis Tibé (PTdoB)5%
Délio Malheiros (PSD)4%
Eros Biondini (PROS)4%
Reginaldo Lopes (PT)3%
Rodrigo Pacheco (PMDB)3%
Marcelo Álvaro Antônio (PR)2%
Maria da Consolação (PSOL)1%
Sargento Rodrigues (PDT)1%
Vanessa Portugal (PSTU)1%
Branco/nulo14%
Não sabe/não respondeu7%

O candidato João Leite lidera a disputa com 33% das intenções de voto, na sequência vem Alexandre Kalil com 22% e Luis Tibé com 5%. Délio Malheiros e Eros Biondini foram escolhidos por 4% cada, Reginaldo Lopes e Rodrigo Pacheco por 3% cada e Marcelo Álvaro Antônio por 2% dos entrevistados. Maria da Consolação, Sargento Rodrigues e Vanessa Portugal foram mencionados por 1% cada, os votos em branco ou nulo totalizaram 14% e os que não sabem ou não responderam 7%.

Taxa de rejeição

Também foi medido a taxa de rejeição, com a possibilidade de escolher mais de um candidato. Nesse cenário, Alexandre Kalil foi o mais rejeitado com 28% das menções, João Leite foi citado por 20% e Vanessa Portugal por 19%, enquanto Luis Tibé e Reginaldo Lopes foram escolhidos por 18% cada. Délio Malheiros foi mencionado por 16% e Maria da Consolação por 15%, enquanto Eros Biondini e Sargento Rodrigues foram escolhidos por 14% cada, e Marcelo Álvaro Antônio e Rodrigo Pacheco por 11% cada. Os que disseram que poderiam votar em todos os candidatos somaram 10% e os que não sabem 13%.

Segundo turno

Em um possível segundo turno entre os dois candidatos mais bem colocados, João Leite venceria com 44% das intenções de voto, enquanto Alexandre Kalil ficaria em segundo com 29%. Os votos em branco ou nulo totalizaram 18% e os que não souberam responder 9%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 10 e 13 de setembro de 2016 com 1.001 eleitores. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos com um nível de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no TRE-MG sob o protocolo nº MG-07366/2016 e foi divulgada no site g1.globo.com.

Datafolha - 09/09/2016

A pesquisa Datafolha divulgada dia 9 de setembro de 2016, encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo", mostra João Leite na liderança com 30% das intenções de voto, com a possibilidade de disputar um segundo turno com Alexandre Kalil que obteve 19%.

CandidatoIntenções de Voto (%)
João Leite (PSDB)30%
Alexandre Kalil (PHS)19%
Délio Malheiros (PSD)4%
Reginaldo Lopes (PT)4%
Eros Biondini (PROS)3%
Luis Tibé (PTdoB)3%
Rodrigo Pacheco (PMDB)2%
Vanessa Portugal (PSTU)2%
Sargento Rodrigues (PDT)2%
Marcelo Álvaro Antônio (PR)2%
Maria da Consolação (PSOL)1%
Branco/nulo16%
Não sabe/não respondeu11%

Em uma simulação com todos os candidatos registrados, João Leite aparece em primeiro com 30% da preferência dos entrevistados, seguido por Alexandre Kalil que recebeu 19%. Délio Malheiros e Reginaldo Lopes foram escolhidos por 4% cada, enquanto Eros Biondini e Luis Tibé foram citados por 3% cada. Rodrigo Pacheco, Vanessa Portugal, Sargento Rodrigues e Marcelo Álvaro Antônio receberam 2% das intenções de voto cada, enquanto Maria da Consolação foi escolhida por 1%. Os votos em branco ou nulo totalizaram 16% e os que não sabem ou não responderam 11%.

Taxa de rejeição

Perguntaram também aos entrevistados sobre qual candidato não votariam de jeito nenhum, com a possibilidade de escolher mais de um candidato. Nesse cenário, João Leite foi o mais rejeitado com 21% das menções, seguido por Alexandre Kalil com 20%, e por Vanessa Portugal com 16%, enquanto Sargento Rodrigues e Maria da Consolação foram citados por 15% cada. Reginaldo Lopes, Eros Biondini e Délio Malheiros foram escolhidos por 14% cada e Luis Tibé recebeu 13% das citações. Rodrigo Pacheco e Marcelo Álvaro Antônio foram mencionados por 11% cada, 6% disseram que poderiam votar em qualquer candidato, 8% não votariam em nenhum deles e 18% ainda não sabem em quem votar.

Segundo turno

Caso os dois candidatos mais bem colocados disputassem um segundo turno, João Leite seria eleito com 47% das intenções de voto, contra os 32% alcançados por Alexandre Kalil. 17% afirmaram que votariam em branco ou nulo e 4% não souberam responder.

A pesquisa foi realizada entre os dias 8 e 9 de setembro de 2016 com 816 eleitores. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos com um nível de confiança de 95%. A pesquisa está registrada do TRE-MG sob o protocolo nº MG-01036/2016 e foi divulgada no site g1.globo.com.

Paraná Pesquisas - 30/08/2016

Segundo a última pesquisa do Instituto Paraná Pesquisas divulgada dia 30 de agosto de 2016, encomendada pela Rede Record Minas, João Leite continua na frente, com 30% das intenções de voto, mas ainda pode disputar um segundo turno com Alexandre Kalil que tem 14,8%.

CandidatoIntenções de Voto (%)
João Leite (PSDB)30%
Alexandre Kalil (PHS)14,8%
Eros Biondini (PROS)5,1%
Délio Malheiros (PSD)4,8%
Luis Tibé (PTdoB)4,5%
Vanessa Portugal (PSTU)4,3%
Sargento Rodrigues (PDT)3,2%
Maria da Consolação (PSOL)2%
Rodrigo Pacheco (PMDB)1,6%
Marcelo Álvaro Antônio (PR)1,5%
Reginaldo Lopes (PT)1,3%
Nenhum15,4%
Não sabe11,7%

Em um cenário com os candidatos registrados, João Leite lidera com 30% das intenções de voto, enquanto Alexandre Kalil aparece em segundo com 14,8%. Eros Biondini foi escolhido por 5,1%, e está tecnicamente empatado com Délio Malheiros que obteve 4,8%, Luis Tibé que teve 4,5%, Vanessa Portugal com 4,3%, Sargento Rodrigues com 3,2%, Maria da Consolação com 2% e Rodrigo Pacheco com 1,6%. Marcelo Álvaro Antônio foi escolhido por 1,5% e Reginaldo Lagos por 1,3%. Os não votariam em nenhum dos candidatos totalizaram 15,4% e os que não sabem 11,7%.

Taxa de rejeição

Também perguntaram aos entrevistados sobre qual candidato não votariam de forma alguma, com a possibilidade de citar mais de um candidato. Nesse caso, Alexandre Kalil foi o mais rejeitado com 19,5% das menções e João Leite vem em seguida com 17%. Vanessa Portugal foi citada por 13%, Luis Tibé por 10%, Maria da Consolação por 9,8%, Délio Malheiros por 8,2%, Sargento Rodrigues por 7,7%, Eros Biondini por 7,3%, Marcelo Ávaro Antônio por 7%, Reginaldo Lopes por 6,7% e Rodrigo Pacheco por 4,9%. Os que afirmaram que poderiam votar em todos os candidatos somaram 18,5% e os que ainda não sabem 15,5%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 25 e 29 de agosto de 2016 com 820 eleitores. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos com um nível de confiança de 95%. A pesquisa está registrada do TRE-MG sob o protocolo nº MG-03467/2016 e foi divulgada no site r7.com.

Datafolha - 26/08/2016

De acordo com a pesquisa Datafolha encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo", divulgada dia 26 de agosto de 2016, João Leite lidera a disputa com 26% das intenções de voto, com a possibilidade de enfrentar um segundo turno com Alexandre Kalil que aparece com 14%.

CandidatoIntenções de Voto (%)
João Leite (PSDB)26%
Alexandre Kalil (PHS)14%
Eros Biondini (PROS)6%
Luis Tibé (PTdoB)4%
Vanessa Portugal (PSTU)4%
Délio Malheiros (PSD)3%
Marcelo Álvaro Antônio (PR)3%
Sargento Rodrigues (PDT)3%
Maria da Consolação (PSOL)2%
Reginaldo Lopes (PT)2%
Rodrigo Pacheco (PMDB)0%
Branco/nulo18%
Não sabe/não respondeu15%

Na corrida pelo cargo de prefeito da capital mineira, João Leite aparece em primeiro com 26% da preferência dos entrevistados, seguido por Alexandre Kalil que obteve 14% e Eros Biondini com 6%. Luis Tibé e Vanessa Portugal foram escolhidos por 4% cada, Délio Malheiros, Marcelo Álvaro Antônio e Sargento Rodrigues por 3% cada, Maria da Consolação e Reginaldo Lopes por 2% cada, enquanto Rodrigo Pacheco não pontou. 18% escolheram o voto em branco ou nulo e 15% não sabem em quem votar ou não responderam.

Pergunta espontânea

Na pergunta espontânea, quando não são mostrados os nomes dos candidatos, João Leite foi escolhido por 7%, Alexandre Kalil por 6% e Eros Biondini por 2%. Délio Malheiros, Luis Tibé e Reginaldo Lopes foram citados por 1% cada, Marcelo Álvaro Antônio, Maria da Consolação, Sargento Rodrigues e Vanessa Portugal não pontuaram, 11% afirmaram que votariam em branco ou nulo, 66% não sabem ou não respondeu e 1% não irá votar.

Taxa de rejeição

O instituto também mediu a taxa de rejeição, neste cenário os entrevistados poderiam escolher mais de um candidato. Alexandre Kalil foi o mais rejeitado com 20% das menções, João Leite foi citado por 18%, Vanessa Portugal por 16%, Sargento Rodrigues por 14% e Luis Tibé por 13%. Eros Biondini e Reginaldo Lopes receberam 12% das menções cada, Maria da Consolação recebeu 11%, enquanto Délio Malheiros, Marcelo Álvaro Antônio e Rodrigo Pacheco foram citados por 10% cada.

A pesquisa foi realizada entre os dias 23 e 24 de agosto de 2016 com 811 eleitores. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos com um nível de confiança de 95%. A pesquisa está registrada do TRE-MG sob o protocolo nº MG-02144/2016 e foi divulgada no site g1.globo.com.

Ibope - 22/08/2016

A última pesquisa Ibope, encomendada pela TV Globo, divulgada dia 22 de agosto de 2016, mostra João Leite em primeiro com 21% das intenções de voto, seguido por Alexandre Kalil com 11%.

CandidatoIntenções de Voto (%)
João Leite (PSDB)21%
Alexandre Kalil (PHS)11%
Luis Tibé (PTdoB)6%
Eros Biondini (PROS)5%
Vanessa Portugal (PSTU)5%
Délio Malheiros (PSD)3%
Maria da Consolação (PSOL)3%
Reginaldo Lopes (PT)3%
Sargento Rodrigues (PDT)3%
Marcelo Álvaro Antônio (PR)2%
Rodrigo Pacheco (PMDB)2%
Branco/nulo20%
Não sabe/não respondeu16%

Numa simulação com os onze candidatos que disputam o cargo de prefeito, João Leite segue na frente com 21% da preferência dos entrevistados, Alexandre Kalil aparece em segundo com 11%, empatado tecnicamente com Luis Tibé que foi escolhido por 6%. Eros Biondini e Vanessa Portugal receberam 5% das intenções de voto cada, enquanto Délio Malheiros, Maria da Consolação, Reginaldo Lopes e Sargento Rodrigues obtiverem 3% cada. Marcelo Álvaro e Rodrigo Pacheco foram escolhidos por 2% cada, 20% disseram que votariam em branco ou nulo e 16% não sabem em quem votar ou não responderam.

Taxa de rejeição

Quando os entrevistados foram questionados sobre qual candidato não votariam de foram alguma, podendo escolher um ou mais candidatos, Alexandre Kalil foi o mais rejeitado com 24%das menções dos entrevistados, João Leite aparece logo em seguida com 20%, Vanessa Portugal foi citada por 15%, Luis Tibé por 14%, Sargento Rodrigues por 13% e Maria da Conceição por 11%. Eros Biondini e Reginaldo Lopes receberam 10% das menções, Rodrigo Pacheco obteve 8%, enquanto Délio Malheiros e Marcelo Álvaro Antônio foram citados por 7% cada.

A pesquisa foi realizada entre os dias 18 e 21 de agosto de 2016 com 805 eleitores. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos com um nível de confiança de 95%. A pesquisa está registrada do TRE-MG sob o protocolo nº MG-04289/2016 e foi divulgada no site g1.globo.com.

Página publicada em 23 de Agosto de 2016. | Última atualização em 2 de Outubro de 2016 às 13:10.